Vivemos esperando



Vivemos esperando dias melhores...


Uma das letras mais inspiradoras da banda Jota Quest combina muito com o momento. Quando se fala em ano novo, ainda mais. No instante em que escrevo esse texto, ouço a música e é difícil não ter esperança. Precisamos, mais do que nunca, ter esperança. Sejamos então a esperança de que o mundo precisa. Pessoas de atitude nos inspiram o tempo todo, vamos aumentar essa fonte de inspiração, agirmos, sermos, passar adiante...


Não faça promessas... Concentre-se apenas no “faça”. Ação! Pequenas (boas) atitudes são melhores do que grandes promessas. Não precisamos planejar ações de um ano inteiro, somente acordarmos dispostos a realizar hoje, um gesto, um sorriso a mais, uma mão estendida, o silêncio no lugar de uma resposta mal pensada. Tudo faz diferença, e é uma reação em cadeia. Este será o meu exercício. O exercício pode transformar a prática em hábito e a prática, dizem levar à perfeição. Este seria um belo caminho a percorrer no próximo ano... ou melhor, amanhã, no dia seguinte, depois... apenas isso.


Estava pensando exatamente nisso quando resolvi ajudar alguém nesse último Natal. Acho admirável quem o faz todos os anos. Anonimamente, ou ajudando e divulgando (e penso que isso seja apenas com a intensão de inspirar outras pessoas a fazerem o mesmo e não uma autopromoção, quero acreditar), voluntários em projetos sociais, cestas básicas distribuídas, tudo é válido, bonito, e torço para que continuem fazendo. Como disse, boas atitudes são inspiradoras, e eu quero ser assim.


Então vem janeiro, fevereiro, março... e alguma coisa me incomodou na maneira de como as pessoas que necessitam (e recebem) essa ajuda ficam enquanto a vida segue. E resolvi aprender também com quem segue ajudando... Para quem acredita na lei do retorno, também vai receber em dobro o ano inteiro.


Vivemos esperando dias melhores... talvez seja hora de parar de esperar, e fazermos dos dias, melhores para todos nós.


FELIZ 2021.




13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo